quarta-feira, 14 de maio de 2008

Mithyuê troca JEC/Krona pelo Grêmio

O ala revelação da equipe vai tentar no campo as proezas que realizou no futsal

A maior revelação do futsal do Joinville está indo embora. O ala Mithyuê, de 18 anos, confirmou nesta terça-feira que vai trocar a quadra pelo campo após a Liga Nacional. O convite veio do ex-técnico e hoje empresário Paulo César Carpeggiani, há 20 dias. Na semana passada, o destino do craque foi definido: o Grêmio, de Porto Alegre. Mithyuê vai para a equipe júnior do tricolor gaúcho.

Lá, passa por um período de três ou quatro meses de adaptação. Se for aprovado, sobe aos profissionais e segue o caminho que outros dois craques das quadras — Manoel Tobias e Falcão — tentaram e não conseguiram.

— Sempre sonhei em jogar campo. Confesso que tinha abandonado essa idéia até surgir a proposta do Carpeggiani. Se não der certo, volto para o futsal — diz Mithyuê.

O contrato entre o jogador e o Joinville/Krona termina em dezembro.

— A idéia é de me apresentar ao Grêmio após a Liga, em agosto. Se não der, vou após o fim do contrato — adianta Mithyuê.

A revelação tricolor trata a transferência para o campo com a mesma personalidade que marcou sua carreira até aqui: sem deslumbramento, sem euforia.

— Então, acho que vou jogar de meia. Pelo menos, foi nessa posição que disputei alguns campeonatos amadores de futebol. Posso também ser atacante porque tenho boa finalização — observa.

Ele não acredita que terá problemas para se adaptar com as chuteiras nos pés e com a bola mais leve. Mithyuê ainda não assinou contrato e nem sabe ao certo qual a duração.

— Acho que o primeiro será de quatro meses. É o tempo de adaptação — aposta.

A base salarial já está definida. No Joinville/Krona, Mithyuê tem um salário de aproximadamente R$ 8 mil mensais e multa rescisória de R$ 400 mil.

Um comentário:

Kira! disse...

A parte mais chata de morar no sudeste é que quase nunca é transmitido jogos do Grêmio!:/

=*